Close

Como Sobreviver de Trabalho Remoto em 2019

remote-work-new1

Chega uma hora que temos que dar um basta e tomar a decisão de correr atrás, tanto para melhorar nossa qualidade de vida, quanto para ter uma independência financeira, gerando uma receita extra, ou mesmo se estruturando para viver de Trabalho Remoto que é um mercado cheio de oportunidades. É claro que não existe mágica, mas trabalhando com persistência e da forma certa é totalmente possível! Graças a internet e as tecnologias atuais vivemos em um mundo de abundância, conectada e acessível.

Um novo ano começando e não podemos cair na armadilha da rotina e das frustrações diarias. Viver sem qualidade de vida, sem poder fazer bem o que você ama e sem conseguir focar no que você sabe fazer de melhor é muito frustrante e sabota o potencial de cada um – e o pior, os dias são longos, mas os anos são curtos e num piscar de olhos sua vida vai embora pro buraco!

Quase 90% da minha carreira foi trabalhando remotamente, errei muito, mas essa decisão lá trás, foi uma das melhores coisas que pude fazer por mim e por minha família. Sinceramente, a julgar pela cultura da maior parte das empresas, eu não sou um cara empregável – odeio ficar preso, abandonei a escola depois de ter repetido 7 vezes (apesar de ter sido mau aluno, fui um bom estudante e participei como ouvinte em várias faculdades, foquei em cursos mais rápidos, aprendi na prática como autodidata e com ajuda de mentores). Reconhecer esse fato foi uma das coisas que me fez conhecer essa possibilidade no mercado e a empreender desde cedo.

Trabalhar remoto tem seus próprios desafios, mas uma vez que você consegue entender a dinâmica, produzir e entregar resultados trabalhando de casa ou viajando, a vida se torna diferente, de uma forma positiva.

 

A Plataforma de Trabalho Remoto

Nesse contexto, não é uma tecnologia, mas sim um framework, onde você monta uma estrutura organizacional que permite você alinhar sua vida pessoal com a profissional. É claro que não é nenhuma mágica, mas você se esforçando e sendo um protagonista da sua vida, funciona muito bem.

Duas coisas precisam ficar claras; A primeira são os dois tipos de rendas que podem ser geradas: Passiva e Ativa. Renda Passiva é a receita que você gera mesmo quando não está trabalhando diretamente com a atividade que gera renda, nesse modelo não vou falar aqui e nem citar exemplos, como diz aquele velho ditado, “cada cachorro que lamba sua caceta” hahaha… A proposta do texto é para sobreviver e não viver! Rsss…

Renda Ativa é aquela receita que você deixa de ganhar quando para de trabalhar nela, por exemplo, quando você trabalha como Freelancer para uma empresa, o valor ganho por esse trabalho é uma receita ativa. Esse é o modelo que vamos tratar nessa plataforma de trabalho remoto.

A Segunda coisa, é que como programadores, por padrão, vendemos hora (podemos também vender resultado, mas depende do projeto e etc). Por exemplo, vamos supor que queremos trabalhar 8 horas por dia, de segunda a sexta. Sendo assim, são 22 dias úteis no mês e 8 horas por dia de trabalho. 22×8 = 176 horas de trabalho por mês, esse é seu o limite. Vamos usar esse exemplo para estruturar sua plataforma de trabalho remoto.

Plataforma de Trabalho Remoto

 

Passo a Passo

Esse é só um resumo da plataforma de trabalho remoto, mas já dá para mostrar muito bem qual é a ideia do processo.

 

Organização

  1. Você precisa planejar sua agenda, alinhando tanto compromissos pessoais, quanto blocos de tempo destinados a sua produção.
  2. Precisa definir sua Renda Mensal Necessária, que é basicamente quanto você precisa para manter seu estilo de vida e a operação do seu negócio. Vamos supor que seja R$ 3.000,00, agora divide esse valor com o limite de horas que você estabeleceu, no nosso exemplo foi de 176. Então, você sabe que precisa vender 176 horas a no mínimo R$ 17,04/hora.
  3. É necessário criar um inventário, descrevendo todos projetos, funcionalidades criadas por você, se possível com as telas e o máximo de informações que puder levantar – eu sei, isso é muito chato, mas caso você tenha, esse tipo de coisa é muito importante para mostrar um track record e dar mais credibilidade para conseguir clientes.

 

Presença

  1. A sua vida é ditada pela sua presença – talvez os resultados que você não tem, pessoais e profissionais está totalmente ligado aos lugares e pessoas que você ainda não conhece e não conhecem você. Então para começar o ideal é montar um site pessoal, contanto um pouco da sua experiência, das suas habilidades, expertises, portfolios, se possível com fatos e fotos que comprovam isso.
  2. Caso tenha feito o inventário sugerido na parte de Organização, suba ele para o seu Perfil do Github, e deixe o link para ele no seu site. Além disso, preencha completamente todos os sites (Marketplaces, como Workana, UpWork, etc) que você pretende trabalhar. Use tags, links e tudo que puder, e mantenha a mesma identidade, descrição e etc, idêntica em todos eles.
  3. Compartilhar conteúdo é o caminho, uma coisa interessante é que quando você compartilha um ensinamento ou experiência você vai mais receber do que dar. Uma boa parte vai usar o aprendizado que teve com você para fazer (talvez você não ganhe dinheiro diretamente delas), mas uma outra boa parte, mesmo sabendo fazer vai preferir te chamar para fazer por ela ou ajudá-la e isso em outras palavras se chama ganhar dinheiro, e da melhor forma possível – porque quem te contrata confia em você e valoriza seu trabalho.
  4. Você se torna encontrável, e de forma acionável; a pessoa te acha, vê suas habilidades, experiências e já entra em contato!
  5. Não tem experiência? Ótimo! Você pode montar seu site e páginas nas redes sociais e ir colocando lá todo o seu aprendizado, comentando sobre ele em um vídeo, escrevendo um resumo da sua experiência aprendendo sobre aquilo e isso é conteúdo do mesmo jeito – você já aprende compartilhando conteúdo e agregando valor a sua marca profissional e com a abordagem certa já começa na frente de pessoas cheias de experiências mas sem nenhuma plataforma de trabalho remoto e exposição do seu trabalho. Inclusive caso não tenha portfólio você pode criar projetos, com suas ideias e ou copiando produtos já existentes e ir documentando por texto/vídeo, mostrando as coisas, ir ensinando e compartilhando os códigos. E Isso é foda para mostrar sua força de vontade e potencial!

 

Prospecção

  1. Antes de mais nada, se você quer aumentar suas Receitas, você precisa trabalhar seus Relacionamentos! Não importa o canal, mas sim a frequência, consistência e valor gerado para ambos. Você só gera valor ( e ganhar dinheiro), ajudando outras pessoas a resolverem os problemas delas. Por isso é muito importante trabalhar sua Presença (Gerando conteúdo e deixando claro suas Habilidades e Experiências), para que as pessoas confiem que você pode ajudar elas a resolverem os problemas dela.
  2. Existem vários canais de Prospecção; Diversas Plataformas e Canais de se fazer isso, tanto Online quanto Offline. No começo você vai precisar descobrir qual o melhor canal para você, tem que ir testando e na hora que achar você dá prioridade para ele. Você pode escolher uma plataforma como Workana, por exemplo, e criar uma “carreira” nessa plataforma, aceitando trabalhos não tão bons no começo, mas que geram track record dentro da plataforma e melhoram suas qualificações e tal, se for dando certo, você pode pagar para escalar os jobs e ir pegando melhores.
  3. Independente do canal, algo que sempre funciona, se feito da maneira certa, é a “Engenharia Social”, sempre que ver um job legal, pode tentar achar o contato e conversar com o solicitante por outro meio, como e-mail, Facebook ou Linkedin, abordar ele (com classe rss), e tentar entender melhor o que ele precisa, tentar agregar valor de alguma forma, com boas sugestões e etc. Isso feito de uma maneira sutil e legal, você consegue até aumentar o valor cobrado, caso o cliente entenda que sua ajuda vai ser mais eficiente, que você vai entregar o que promete e justamente o que ele precisa.
  4. Por isso fazer uma gestão de relacionamento é super importante, fazendo follow-up das abordagens, sempre mantendo um mínimo de comunicação, e tal. Já aconteceu de eu não ter pego o job porque a pessoa fechou com outro, e mesmo depois disso continuei conversando com ela (que não conhecia anteriormente) e ela, insatisfeita com quem tinha contratado e já pago tudo, me pagou para fazer o mesmo projeto novamente.
  5. Como o relacionamento e a consistência dele é muito importante, e em certos momentos muito difícil de ser feita, é bom você Automatizar esse Processo, usando algumas ferramentas do mercado. É um grande diferencial!
  6. Uma vez fechando o job ou contrato, documente tudo. TUDO!

 

Entrega

  1. Cumprir prazo é foda! Todo mundo atrasa uma vez ou outra, ainda mais em projetos de escopo aberto, então fazer um bom briefing é imprescindível!
  2. Alinhar as Expectativas e deixar claro quais são os entregáveis e prazos também é muito importante. Você já vai se livrar de uma boa parte dos problemas só fazendo isso. E não esqueça de documentar, tudo! Rss.. Até conversas por e-mail, Messenger e Whatsapp.
  3. Monte uma Agenda no Google Calendar, com os prazos, com alertas e tudo mais. Além disso use ferramentas como Pipefy, e Trello e compartilhe com o Cliente. Quanto menor for a curva de entrega (do cara contratar, acompanhar e ir recebendo as coisas), menor vai ser o atrito e melhor a experiência para ambos.
  4. Entregando, não esqueça de pedir um depoimento por e-mail/whatsapp, você também pode criar uma página no seu site e pedir para o cliente fazer um comentário lá com o depoimento dele. Essa página pode ser um simples post que você pode deixar em algum lugar estratégico no site e usar como Prova Social para fechar nossos jobs, ou pedir recomendação/qualificação se estiver usando alguma plataforma.

 

Basicamente é esse um processo de uma plataforma para trabalho remoto, é claro que esse assunto é bem mais profundo, a própria plataforma tem muito mais elementos, como Mentalidade, Produtividade e Como Gerar e Cruzar Diversas Fontes de Receitas Ativas e Passivas. Mas o objetivo do texto é dar uma ideia desse caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading...